Soneto do amor livre .



Deixo livre meu amor para amar.
Deixei desenhado seu rosto junto ao mar,
com pequenas ondas a levar…
a imagem do homem que amei e deixei livre para voar.

De joelhos na areia, vejo se desmanchar “meu amor
A brisa suave me embala e o sol me toca.
Quero voltar a sonhar,
mesmo com o coração em “pedaços” um dia eu ei de amar.

Com versos simples de amor profundo,
deixo escrito aqui o meu amor por ti,
que vivi, mas que perdi.

Do meu amor, eu vou lembrar…
Como estrelas a contar,
assim, o meu amor eu vou guardar.


6 Comentários

  1. Pam, seus poemas são tão perfeitos. Amei.


    Estive tão afastada daqui, e do meu blog, é que como você sabe minha irmã faleceu, fiquei sem chão, mas estou retornando aos poucos.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Lindo amor, lindo soneto, linda blogueira, rs.
    Adorei, Pam! :*

    ResponderExcluir
  3. Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com



    ResponderExcluir
  4. Nossa que lindo *-*
    Adorei o poema Pam! Ficou fofo, haha *-*
    Beijinhos ♥
    http://mydreamsofasummernight.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. É um poema livre, refastelado em encantos únicos. Sentimento que liberta e que se fixa no íntimo. Bom é deixar livre, bom é amar assim sem prender. Amar independe disso. Amar de verdade é isso.

    Lindo soneto Pam.

    Bonito o texto em homenagem ao teu pai... Emocionei lendo...

    Se cuida meu anjo.
    Fica bem!

    Te adoro!!

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo!
    Então, na minha humilde concepção, amor de verdade é aquele que a gente deixa ser livre, deixa voar. Não é certo aprisionar o amor. Porque o amor não foi feito pra morrer engaiolado. Dê asas à você e ao que mais ama... Assim será feliz, até sem perceber :D

    ResponderExcluir